segunda-feira, 26 de junho de 2017

Histórico de clientes: como criar oportunidades de vendas

Agora que você já sabe como manter seu cadastro de clientes organizado, você vai descobrir a importância de se manter um histórico de clientes e como isso vai lhe ajudar a gerar mais oportunidades de negócio de forma útil e prática.

O histórico de clientes vai além do armazenamento de informações sobre prospects e clientes, envolve também o relacionamento entre o seu cliente e a sua empresa.

Quando as vendas aumentam e o seu negócio começa a decolar, são tantos clientes que você já não se lembra de cor de todas as informações sobre cada um deles.

O histórico de clientes serve para botar todas essas informações em ordem. Você conhece melhor os seus clientes e direciona suas ações de marketing de forma mais efetiva.

Lembre-se que seus clientes são a razão para o seu negócio existir.

A importância do histórico de clientes para a fidelização

O histórico de clientes é uma ferramenta que vai ajudar tanto na organização quanto na fidelização de seus clientes, pois permite que você consulte seus registros e possa entregar mais rapidamente os produtos que eles procuram e precisam.

Diversas empresas estão inovando e apostando em clubes de assinaturas, uma estratégia de recompra que facilita a vida de consumidores que utilizam determinado produto com frequência.

Semelhante ao plano de assinaturas de revistas e jornais, o clube de assinaturas permite que o cliente receba o produto/serviço semanalmente, quinzenalmente, mensalmente, trimestralmente ou semestralmente sem precisar refazer o pedido, pois ele é gerado automaticamente de acordo com a frequência escolhida.

Se você já está apostando nesta estratégia de vendas, o histórico de clientes se torna mais do que útil, torna-se necessário.

Ter à mão o histórico do cliente é uma importante ferramenta para a empresa, pois ele irá registrar o perfil e a periodicidade de compra desse cliente. Com essas informações, seus vendedores e representantes poderão descobrir as preferências de cada cliente e ofertar novas soluções que se encaixem em seu perfil sempre que houver um lançamento de produtos na sua empresa.

Com esse histórico, você pode surpreender o seu cliente, fazendo com que ele confie na sua empresa e tenha a certeza de que está fazendo um bom negócio.

Preciso manter um histórico de prospects que não quiseram fechar negócio?

Manter o registro de negócios que não deram certo é tão importante quanto registrar as vendas de sucesso, pois essas informações funcionam como um feedback. Assim você poderá identificar mais facilmente o que precisa melhorar em suas abordagens, bem como as áreas em que precisa investir para fechar bons negócios e vender mais.

O que um histórico de clientes deve ter?

O seu histórico de clientes deve ter algumas informações básicas que identifiquem as preferências de seus clientes e prospects:


  • O número médio de compras desse cliente
  • A frequência com que ele compra com você
  • A época em que ele costuma comprar
  • A última vez que ele fez um pedido com você
  • Quanto tempo levou entre o primeiro contato até ele fechar negócio

Se você tiver um e-commerce, há alguns dados que ficam registrados online:

A frequência com que ele frequenta sua loja virtual
O número de vezes em que ele abandonou o carrinho
Tudo isso deverá ser registrado em seu CRM.


Qualificação: Como qualificar e classificar seus prospects

Se você quer vender muito, você tem que descobrir para quem vender e redirecionar seus esforços para o público adequado.

Nem todo consumidor que demonstra interesse no seu negócio irá se tornar um cliente fiel que compra com frequência e fecha ótimos negócios. Alguns são apenas curiosos. Outros ainda estão indecisos. Outros não estão maduros o bastante para negociar nesse momento.

Para evitar que você perca tempo, dinheiro e desperdice suas estratégias com quem não irá trazer resultados, é preciso se atentar a alguns pontos:

O prospect tem condições de comprar seu produto ou serviço agora?
Ele faz o papel de tomador de decisões?
Ele demonstra confiar em você e na sua empresa?
Ele está aberto a propostas e ouve suas sugestões?
Se você respondeu sim à maioria das perguntas acima, o seu prospect demonstra grandes chances de se tornar um cliente e render boas oportunidades de negócio à sua empresa.

Quem pensa que o processo de vendas se baseia apenas em oferecer o produto e fechar negócio, se engana. O processo de vendas é extenso e ocorre basicamente em seis etapas: prospecção, conexão, qualificação, validação, proposição e fechamento.

Se você já captou o seu cliente e estabeleceu uma conexão com ele, agora chegou a hora de qualificá-lo e descobrir se se ele tem chances de se tornar o cliente ideal.

A etapa da qualificação de cliente é fundamental para dar continuidade ao processo de conduzir e fechar a venda.

Mas como descobrir se ele tem os requisitos necessários?

Conheça seu prospect: Lembre-se que estamos procurando pelo cliente ideal, então nada mais justo do que você reconhecer e conhecer bem o seu público-alvo. As informações podem ser obtidas on-line ou off-line.

Site / redes sociais: Quem acessa seu site e suas redes sociais? Que páginas está visitando? Pelo que procura? Fazer enquetes em seu site ajuda a captar mais informações.
Por telefone: Telefone para seu prospect em resposta àquela mensagem que ele deixou no seu formulário de contato e aproveite para fazer perguntas relevantes para descobrir o que ele precisa, de quanto ele precisa e para quando precisa.


Descubra quem é seu prospect e qual seu perfil de compra.

Saiba quais são suas necessidades: Seu prospect realmente precisa do seu produto/serviço? Ele já entrou em contato com outras empresas antes de procurar por você? Ele já adquiriu esse tipo de produto/serviço anteriormente? Descubra se ele realmente pretende comprar com você ou se ele é o famoso cliente que está “só dando uma olhadinha” e acaba não levando nada.

Você se adequa ao seu prospect?

É preciso considerar se você está pronto para atender a determinado tipo de cliente.

Por exemplo, você acaba de abrir uma startup e conta com um quadro bem pequeno de funcionários. Uma gigante em tecnologia lhe procura para executar alguns serviços. Você sabe que não está pronto para atender a esse tipo de cliente, com uma alta demanda e com um prazo muito curto para sua capacidade. O que você faz? Assume essa responsabilidade mesmo sabendo que não poderá cumprir com o combinado, afinal, dinheiro é dinheiro? Ou recusa a oferta, agradece e se coloca à disposição para uma futura oportunidade quando estiver pronto?

É preciso entender o tipo e o tamanho do produto/serviço que seu cliente procura e ver se você também se adequa a ele antes de aceitar fechar negócio.

Você pode classificar seus prospects em bons e ruins ou em qualificados e não qualificados.

Organize os prospects qualificados por categorias ou classificações, como: muito, pouco ou médio qualificado. Você também pode atribuir notas e posições para cada um deles.

Se você acha que em algum momento esse prospect poderá lhe trazer boas oportunidades, mas não agora, coloque-o numa lista de futuras oportunidades.

Mas se você sente que seu prospect está indeciso ou não tem os requisitos necessários para se tornar o cliente ideal, não tenha medo de dizer não. Tentar adaptar sua estratégia para transformar esse prospect em cliente seria perda de tempo e de foco.

Não tenha medo de perder esse cliente, pois assim como ele não é o cliente certo para você, você também não oferece o tipo de serviço ideal para ele.

Vi primeiro no negocieapp.com.br

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Possui loja virtual? Faça um contrato com os Correios!


Quem possui loja virtual, com entrega para todo Brasil, deve escolher os parceiros certos para realizarem as entregas dos seus produtos. Se os seus produtos são relativamente leves e não frágeis, uma boa dica é optar pelos Correios. Empresários do e-commerce podem fazer um contrato com os Correios para ter alguns benefícios, como, por exemplo, descontos na hora de enviar as encomendas dos clientes.

O contrato com os Correios começa com um valor mínimo de postagem por mês, que pode ser consumido através de envios por PAC, Sedex, E-Sedex. As tarifas dos contratos com os Correios sofreram um reajuste, que entrou em vigor a partir de 1 de junho de 2013. As novas cotas mínimas de faturamento são: Pac: R$ 127,40; Sedex: R$ 123,43; E-Sedex: R$ 1.142,11.

Vale lembrar que no E-Sedex, se em determinados meses você não utilizar todo esse valor com postagens, terá que pagá-lo da mesma forma. Sendo assim, é bom avaliar se é o momento certo de implantar esse método de entrega em sua loja. Diferente do contrato padrão, para implantar o E-Sedex é preciso realmente ter uma loja virtual, os Correios vão analisar o seu site e fazer testes antes de liberarem esse contrato para sua empresa. A vantagem do E-Sedex é que ele tem o mesmo prazo de entrega do Sedex, porém com um valor de postagem próximo ao do PAC e em alguns casos até mais em conta.



Esse contrato permite um desconto no valor das postagens, para envio via PAC o desconto gira em torno de 5 a 20% do valor normal, por exemplo. Além disso, você não precisa pagar na hora pelas postagens, podendo esperar pelo vencimento da fatura, dentro do espaço de um mês, assim você também pode ter mais controle de quanto está gastando com as postagens e de repente até fazer alguma promoção relacionada a frete grátis. Também não precisa pegar fila para despachar as encomendas, basta preencher um formulário e entregar para um responsável da sua agência.entrega

A logística de entrega dos produtos ainda é o carma do e-commerce. Os Correios são uma ótima opção para micro e pequenos empreendedores virtuais, porém, é válido destacar que a empresa também tem seus limites e, às vezes, findam por ocasionar problemas para o lojista, tais como atrasos na entrega, ou uma preocupação maior: greve!

Essas são ameaças externas para o e-commerce, pelas quais você pode passar, caso opte pelos Correios. Há outras opções, como contratar uma transportadora, porém a cotação destas não é muito compensatória, principalmente para micro e pequenos empresários, pois o valor cobrado pelo frete é superior ao cobrado pelos Correios, e para contratar somente nos períodos de greve fica inviável.

Em suma, pode-se dizer que os Correios são uma boa opção para realizar as entregas da sua empresa. Caso queira ver uma tabela de preços de quem possui contrato com a empresa, e entender se serve ou não para o seu negócio virtual, clique aqui.

Fonte: ReviraNet

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Quando você precisa de um controlador de Vídeo Wall?



Existem muitas formas de exibir Vídeo Walls, cada uma delas têm vantagens e desvantagens. Programas para gerenciamento e controle de Vídeo Walls são necessários quando um cliente precisa de mais poder e flexibilidade para o seu Vídeo Wall. Antigamente, você só conseguia encontrar controladores de Vídeo Wall de alto custo, porém já podemos encontrar no mercado soluções de custo acessível e de alta qualidade. Neste artigo vou discorrer sobre situações em que é útil e necessário um programa para o controle e o gerenciamento de Vídeo Walls.

Para começar, precisamos entender como se controla um Vídeo Wall sem um programa específico. Um controlador de Vídeo Wall fornece controle total para um número elevados de displays/monitores, entregando o conteúdo perfeitamente sincronizado em uma variedade de configurações disponíveis. Quando você não usa um controlador, você pode montar um Vídeo Wall estendendo a área de trabalho, limitando a resolução, a quantidade de displays/monitores e o layout do seu Vídeo Wall. Muitos players para Vídeo Wall possuem alguns softwares, porém o usuário também é limitado a exibir somente uma série de configurações compatíveis com o equipamento, além da necessidade de displays específicos que são caros.

Soluções não específicas têm várias limitações, incluindo tamanho máximo do Vídeo Wall e resolução. Isto nos leva a refletir no primeiro motivo da necessidade de se ter um controlador de Vídeo Wall. É importante pensar na qualidade da imagem que você quer entregar para o seu usuário.

Outra limitação que você se depara ao não usar um controlador de Vídeo Wall é a da impossibilidade de implementar Vídeo Walls em locais diferentes. Sem um controlador de Vídeo Wall você fica limitado a uma zona definida de Vídeo Wall, com um controlador de Vídeo Wall você pode disponibilizar Vídeo Walls em qualquer local da sua rede.

video-wall-12Se você quer inovar e criar um layout exclusivo, você não irá conseguir sem um controlador de Vídeo Wall. Um controlador de Vídeo Wall irá permitir que você consiga layouts diferentes, como 1×10 e sem perda de qualidade. Sem o controlador de Vídeo Wall você fica limitado a resolução fonte original e ainda assim com qualidade Baixa.

Além disso, controladores de Vídeo Wall modernos (como o Userful) permitem a criação de Vídeo Wall artísticos, ampliando suas possibilidades criativas. Para um Vídeo Wall artístico você precisa de um controlador de Vídeo Wall, caso contrário estará limitado a um Vídeo Wall em formato retrato ou paisagem.

Controladores de Vídeo Wall fornecem muito mais que apenas controle. Se o seu projeto vai exigir conteúdo interativo (HTML5, TV ao vivo, vídeos, etc.) ou múltiplas entradas e fontes de conteúdo simultaneamente, um controlador de Vídeo Wall é definitivamente necessário. Os melhores controladores de Vídeo Wall entregam ao cliente uma interface intuitiva para gerenciamento e configuração de conteúdo diversos.

A razão pela qual as pessoas têm tradicionalmente evitado controladores de Vídeo Wall é o custo alto e a complexidade. Controladores de Vídeo Wall tradicionais muitas vezes custam muito e são muito complicados de administrar. No entanto, agora existem controladores de Vídeo Wall que eliminam estes problemas, trazendo plataformas intuitivas e por um custo baixo.

Em vez de exigir um hardware específico e complexo para lidar com cenários exigentes, como conteúdos em 8K, soluções de Vídeo Wall modernas podem transformar um PC padrão em um controlador de Vídeo Wall.

Se quer ter controle do Vídeo Wall e precisa de mais do uma extensão de área de trabalho, você vai precisar de um controlador de Vídeo Wall. A compra de um controlador de Vídeo Wall não vai estourar o seu orçamento. Você vai poupar dinheiro com soluções que vão permitir que você economize com hardwares, pois não irá mais, necessariamente, precisar de monitores nem hardwares específicos. Há opções para todos os bolsos.




Tim Griffin é fundador e CEO da Userful. A ThinNetworks é distribuidora exclusiva da Userful no Brasil.

Fonte: Digital Signage Today, por Tim Griffin, Fundador e CEO da Userful

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Como montar um Vídeo Wall

Como montar um Vídeo Wall

Vídeo Wall são telas/tvs (comerciais ou profissionais), de alta qualidade, colocadas juntas para a criação de uma tela maior. Os Vídeo Walls podem ter diferentes tamanhos, aplicações, configurações e tipos de telas (incluindo LED, LCD, DLP etc).

A RBS Consulting entende que a implantação de um Vídeo Wall pode ser uma tarefa difícil e cara e por isso criou uma solução (Que usa o MiniPoint e o Userful) que ajudou a simplificar a implementação de Vídeo Walls, proporcionando uma solução de alta qualidade e de baixo custo. Além disso, reunimos algumas dicas que irão ajudar e orientar você a escolher a melhor solução de Vídeo Wall para o seu negócio.

1- Espaço e ambiente.

Esse é um dos fatores mais importantes. Antes de considerar qualquer aspecto, você deve estar ciente das características do ambiente onde pretende colocar seu Vídeo Wall. Aspectos como localização (interior/exterior), quantidade de luz ambiente, acessibilidade ao Vídeo Wall (para manutenção, por exemplo) e dimensões físicas (como tamanho da parede, espaço da sala e layout do local) irão determinar o tamanho e os componentes adequados para o Vídeo Wall ideal para o seu cenário.

Espaços maiores, por exemplo, comportam Vídeo Walls em tamanhos maiores e espaços mais compactos recebem melhor Vídeo Walls em tamanhos menores, pois o curto espaço pode prejudicar a visualização completa e ampla do seu Vídeo Wall, se ele for muito grande.

2- Usabilidade/ Impacto

Isto é o que realmente importa: o retorno do seu investimento. Saber o tipo de uso que você quer dar ao seu Vídeo Wall e o resultado que você espera dele irá te fornecer uma visão ampla sobre que tipo de solução de Vídeo Wall você precisa adquirir, com todos os componentes necessários, para satisfazer as suas necessidades, sem estourar o seu orçamento.

Você pode ter um Vídeo Wall para fins comerciais, exibindo propagandas e promoções, como também pode ter um Vídeo Wall para fins administrativos, exibindo reuniões e controlando sua empresa, por exemplo.

3- Conteúdo/ Interatividade

Imagens estáticas, vídeos de baixa ou alta resolução (até mesmo 4k), aplicativos HTML 5, ou gráficos 3D, qual tipo de conteúdo você quer mostrar no seu Vídeo Wall? Essas são características que você tem que considerar para escolher o tipo certo de Vídeo Wall para o seu cenário.

Você não precisa de uma solução de hardware cara e especializada para atingir seus objetivos, o MiniPoint da ThinNetworks é uma solução flexível que garante a transmissão dos mais diversos tipos de conteúdo, com altíssima qualidade. É uma solução de grande estabilidade e confiabilidade.

4- Tamanho/ Layout/ Proporção

Você já sabe que considerar os aspectos físicos do local é muito importante para determinar o layout e o tamanho do seu Vídeo Wall. Além disso, designers também precisam considerar outro aspecto antes de decidirem quantos displays (e de que tipo) e qual layout do Vídeo Wall: a proporção da tela do conteúdo é extremamente importante e deve ser considerada. Por exemplo, mesmo que o espaço físico permita, um certo layout de Vídeo Wall pode acabar distorcendo o conteúdo entregue se a configuração não respeitar a proporção original do seu conteúdo.

5- Configuração, calibração e manutenção

Esse aspecto é muitas vezes esquecido na escolha de um Vídeo Wall. Vídeo Walls podem exigir uma variedade de componentes (incluindo displays específicos, mídia players, cabos, placas etc.) que precisam ser devidamente instalados para o bom funcionamento. A solução ThinNetworks (MiniPoint) foi projetada para facilitar todo o trabalho de instalação e manutenção, garantindo alta qualidade e evitando problemas futuros no seu Vídeo Wall. Ela não precisa de cabos e placas especializados.

Além disso, se não for devidamente calibrada, a solução de Vídeo Wall pode gerar um impacto negativo em seus usuários, por isso uma solução como a da ThinNetworks (Userful), que simplifica a configuração e a calibração de seu Vídeo Wall, pode ajudá-lo a economizar tempo e dinheiro. Além do que, escolher uma solução que descomplica a resolução de problemas, atualizações e gestão global é o caminho mais inteligente, pois minimiza despesas eventuais.

Dê preferência a uma solução que não requer especialistas com habilidades específicas para configurar e gerenciar. Escolha uma solução tão simples que qualquer usuário final consiga configurar e manter, escolha a solução ThinNetworks.

6- Expansão e upgrade

O crescimento é o objetivo de qualquer negócio. O que acontecerá com a sua solução de Vídeo Wall quando houver a necessidade de expandir o tamanho ou atualizá-lo para conteúdo de resoluções e formatos recentes? Escolher uma solução que acompanhe o crescimento da sua empresa pode definitivamente poupar algumas dores de cabeça e dinheiro.

Soluções integradas ou que necessitam de componentes específicos e especializados revelam-se inflexíveis, trazendo consigo a necessidade de substituição de todo o sistema após alguma atualização. Opte por soluções, como a da ThinNetworks, que usam hardwares, como o MiniPoint, que acompanham qualquer atualização ao substituir apenas um componente (o PC).

7- Custo total de propriedade (Total Cost of Ownership – TCO)

Por último, para um Vídeo Wall ser perfeito, ele precisa maximizar os lucros diminuindo os gastos associados a ele. Considerar não apenas o custo inicial, mas levar em conta todos os gastos que aquela solução pode gerar, pode te ajudar a economizar dinheiro e minimizar gastos futuros.

Um estudo completo do TCO da solução vai ampliar sua visão ao escolher um Vídeo Wall. A solução da Thinnetworks te entrega um produto que reduz o TCO ao diminuir os gastos como manutenção e reduzir o consumo de energia, por exemplo.



Fonte: userful.com

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Preparação dos estudantes para competir no século 21



O Windows MultiPoint Server é um meio simples e econômico de garantir o acesso de mais estudantes e professores à mais moderna tecnologia, melhorando a aprendizagem e ajudando os estudantes a se preparar para competir em uma economia global.

Com o Windows MultiPoint Server, um único computador atende a vários usuários ao mesmo tempo, cada qual trabalhando de forma independente, usando seu próprio monitor, teclado e mouse, com uma experiência de computação já conhecida no Windows. As escolas podem oferecer a mais estudantes acesso à mais recente tecnologia, mesmo com orçamentos limitados.

Custo Menor
Mais estudantes e professores precisam de acesso à tecnologia para se prepararem para competir em trabalhos do século 21; porém, muitas escolas não têm orçamento suficiente para comprar os computadores necessários. Além disso, ter verbas para constante manutenção e suporte pode ser um desafio. As escolas também precisam de meios inovadores de aproveitar ao máximo os investimentos que já fizeram em tecnologia.

O Windows MultiPoint Server é uma excelente solução. Com o Windows MultiPoint Server, um computador host é compartilhado por vários usuários simultaneamente, permitindo que as escolas reduzam o custo geral em 66% com economia em hardware, energia e manutenção. As escolas podem, de fato, triplicar o número de computadores com Windows sem aumentar o orçamento.

Estudantes engajados e professores dedicados
Não há nada mais importante para um professor do que oferecer aos estudantes uma experiência de aprendizagem personalizada – sem gastar tempo com tecnologia complicada e demorada. Os professores também precisam estar capacitados a monitorar a atividade do estudante para garantir que os computadores sejam uma ferramenta de aprendizagem eficaz nas salas de aula, bibliotecas e laboratórios.

O Windows MultiPoint Server 2011 oferece a professores e estudantes a mais moderna e familiar experiência com o Windows. Além de proporcionar ferramentas fáceis de usar para orquestrar e gerenciar o uso que os estudantes fazem dos computadores, e ajudá-los a manter a atenção nos estudos.

Tecnologia Simples
Não há nada mais importante para um professor do que oferecer aos estudantes uma experiência de aprendizagem personalizada – sem gastar tempo com tecnologia complicada e demorada. Os professores também precisam estar capacitados a monitorar a atividade do estudante para garantir que os computadores sejam uma ferramenta de aprendizagem eficaz nas salas de aula, bibliotecas e laboratórios.

O Windows MultiPoint Server 2011 oferece a professores e estudantes a mais moderna e familiar experiência com o Windows. Além de proporcionar ferramentas fáceis de usar para orquestrar e gerenciar o uso que os estudantes fazem dos computadores, e ajudá-los a manter a atenção nos estudos.

Fonte: Microsoft

Download da versão Demo (180 dias)
https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=8518

www.rbsconsulting.com.br

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Serviço de suporte contínuo desde o início, conheça as principais opções de suporte DELL


Reduzir a sua produtividade nunca é uma opção. Por isso, quando você tiver pressa e precisar de especialistas de confiança para se manter conectado e trabalhando, não pense duas vezes. Conheça o amplo portfólio de soluções de serviços de suporte da Dell.

Dell ProSupport
Minimize o esforço de sua equipe de TI usando os especialistas altamente treinados da Dell. Ajudamos você a aumentar a produtividade em todo o seu ambiente, permitindo que você se concentre no que realmente importa.
Acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana a um engenheiro ProSupport
Serviço no local no próximo dia útil após diagnóstico remoto.

Única fonte de conhecimento especializado em hardware, software e sistemas operacionais
Dell ProSupport Plus para PCs e tabletsO primeiro serviço preditivo e proativo da indústria, evitando problemas até mesmo antes que eles ocorram.

  • Acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana a um engenheiro ProSupport;
  • Serviço no local no próximo dia útil após diagnóstico remoto;
  • Um Gerente Técnico de Conta dedicado;
  • Monitoramento proativo, detecção de problemas automatizada, prevenção contra falhas, notificações e criação de caso habilitados pelo SupportAssist;
  • Reparo para danos acidentais causados por faltas de energia, quedas ou líquidos derramados;
  • Mantenha o disco rígido em caso de substituição para garantir a segurança dos dados;
  • Serviço para danos acidentais.

Sabemos que acidentes acontecem. Eles fazem parte da vida. Proteja seu investimento com o Dell CompleteCare e esteja preparado com o melhor custo-benefício.

  • Minimize gastos não planejados
  • Proteja PCs e tablets em ambientes de alto risco
  • Obtenha serviço rápido e com quem mais entende do seu produto
Renove sua garantia Dell com agilidade e melhores preços com a RBS Consulting. Nossos especialistas em renovação de garantia Dell estão prontos para atender você.Pensar no hardware é importante, mas é só parte da solução. Para maximizar os seus investimentos e a produtividade, um amplo conhecimento do seu ambiente e de suas necessidades é fundamental. A RBS Consulting e a Dell possuem um amplo portfólio de serviços, oferecendo  uma solução completa que integra hardware, software e serviços.

www.rbsconsulting.com.br